Total de visualizações de página

segunda-feira, 24 de maio de 2010

Homenagem ao Dr. Lélio Lara

***
Em cerimônia realizada a 22 de dezembro último, no gabinete do então prefeito de Barbacena, Célio Copati Mazoni, foi dada a denominação de “Dr. Lélio Lara” ao posto de Pronto Atendimento Municipal construído no antigo Hospital Colônia daquela cidade.

Em cerimônia a que compareceram autoridades do executivo e do legislativo municipal, além de toda a direção da FHEMIG com seu presidente Dr. Luiz Márcio Araújo Ramos, foi solenemente entregue pelo prefeito Mazoni a cada filho do prestigioso médico leopoldinense, Dr. Lélio Lara, uma réplica do Decreto Municipal nº5369, de 22/12/2004, dando nome ao Pronto Atendimento do novo Hospital Regional de Barbacena.

A transformação daquele centenário Hospital Psiquiátrico (Colônia) em Hospital Regional decorre do pleno sucesso do programa de desospitalização do doente mental levado a cabo em Barbacena pelo psiquiatra Dr. Lênio de Castro Lara, Secretário Municipal de Saúde do Governo Célio Mazoni e filho do homenageado.

As internações psiquiátricas foram reduzidas de 200 a 250 para, apenas, cerca de 15 internações/mês, com desativação de 500 leitos em cujo lugar passaram a atuar as Residências Terapêuticas, os CAPS (Centro de Atenção Psico-Social) – CAPS Municipal, CAPS Álcool e Drogas, CAPS Centro de Convivência.

O programa de desospitalização deu projeção nacional à Prefeitura Célio Mazoni, com reconhecimento das Conferências Estadual e Nacional de Saúde Mental, elevando Barbacena a referencial de tratamento psiquiátrico no país.

O Pronto Atendimento Dr. Lélio Lara servirá a cerca de 50 municípios com população em torno de 750.000 habitantes.

O médico homenageado nasceu em Bonsucesso, oeste de Minas, a 06/09/1908, formou-se pela Faculdade de Medicina de Belo Horizonte em 1935 e exerceu a profissão em Leopoldina entre 1948 e 1969, ficando por 21 anos à frente do nosso Centro de Saúde.

Antes, clinicara nas cidades de Santa Maria do Suassuí, da qual foi Prefeito por 10 anos, e Peçanha onde, no Governo Vargas, foi igualmente nomeado Prefeito por 1 ano.

Rotariano apaixonado e tendo cursado o secundário em tradicional educandário de São João del Rey, seu amplo ciclo de amizades o ligava a várias cidades mineiras.

Em Leopoldina presidiu Rotary por duas vezes, tornando-se ainda um dos fundadores dos clubes rotários de Cataguases, Caratinga e Lavras.

O ex-prefeito de Leopoldina, Dr. Márcio Freire, em seu primeiro governo, também homenageou o médico ilustre atribuindo seu nome a um Posto de Saúde no bairro Três Cruzes.

Dr. Lélio Lara era casado com Da. Laura de Castro Lara. Faleceu em Belo Horizonte, aos 80 anos, em 19 de julho de 1988, deixando nove filhos e doze netos.
₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪
(Publicada na Gazeta de Leopoldina, MG, de dezembro de 2004)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.