Total de visualizações de página

sexta-feira, 21 de maio de 2010

Um Dia na Roça #

***  

Albores sobre a serra
limiar de um novo dia
Carícias de voal nas faces
Corpúsculos, centelhas de luz e vida.

Pronto se anunciará em domingo
a transparência diáfana
dos olhos da manhã.

Azul sem medida
planície
o pastoreio frenético
dos carneirinhos alados.

Metade do dia
depois a tarde
o regresso castrense das aves gregárias.
Anelos de aconchego
nos corações arrebatados.

Ruboriza-se o poente, sanguínea baeta
matizes cambiantes
êxito do ocaso
a sombra.

A primeira estrela alfa se adianta
e convida
os insetinhos canoros.
É noite.

Ouve-se,
para além da porteira
um juramento de curiango:
- Amanhã eu vou!

********

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.