Total de visualizações de página

domingo, 13 de março de 2011

Apenas José (música)

***

Sou apenas José
Cumpre aqui nem citar
Passagens de João
Tão formal quanto eu.

Essa explicitação
Assaz indispensável
Eis que o meu violão
Tem acordes a opor
Dissonâncias com dor
Curtidas em dó maior,
Engulhos, trastes vocais
Deste versejador.

Quanta insensatez
Quanta alucinação
De um maneiro José
Nas cordas do que ouviu João.

₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪
Letra: josé do carmo (abril 2000)
Música: alexandre
Gravada no CD “Bar Paraíso”
Performance: roberto

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.