Total de visualizações de página

sábado, 4 de setembro de 2010

Empresários, Homens Fundamentais - I

***
Às vezes a gente bronqueia com as coisas que vê acontecer na Cidade, fica inconformado com o andar da carruagem e até atribui culpa a certos (maus) hábitos nossos. É a vontade desesperada de encontrarmos um caminho de desenvolvimento e da tranqüilidade que Leopoldina merece.

Mas uma ressalva precisa ser feita. Podem faltar muitas coisas a Leopoldina - mercado, emprego, lazer, talvez uma vocação econômica melhor explorada - mas não faltam excelentes empreendedores, homens de visão, empresários competentes e trabalhadores.

Quando observamos a saga de homens como um André Fernandes, erguendo aquele maravilhoso hotel que tanto conteúdo agregará à nossa imagem, logo nos vem à mente outros nomes do empreendimento nesta terra, heróis de uma época francamente adversa.

Contra tudo e contra todos, contra uma carga tributária recordista no mundo, contra uma legislação trabalhista impiedosa com o patronato, contra a burocracia e a corrupção, a sociedade deve muito à luta desses bravos: Dr. Antonio José Medina (CLÍNICA SÃO JOSÉ); Arlen e Helmar Fontes Freire (SECOL); Casé Fajardo (LAFA e LOKAL ); Casé Schettino (CRE Engenharia); Chiquinho Rezende, e sua sobrinha Ana Paula (GRUPO IMPERIAL); Cláudio Cuco (CLAUDCAR); Cláudio Moura (MOURAGRO); Darcy Resende e o José Creso (RITSON HOTEL); Euds Furtado, Sebastião Valentim, Ségio Costa Reis e Odilon P. Júnior (ATHENAS/RÓTULA); José Braz Ferreira e seus filhos (LEOPOLDINA TURISMO); José Carlos Calil e Ney Ribeiro (BRAHMA); José Henrique Abreu (LAR MÓVEIS); José Maria Dutra (OFICINA DUTRA); José Nilton G. Barbosa (LAC); José Ramalho e Anderson Ramalho (TYRESOLES e ARAMIL); Júlio Carraro e José Rocha (SUPERMAIS); Lalado Coutinho (MERCADO CANADÁ); Luciano Andries (LEOPODINA-NET); Luiz Otávio Meneghite (Grupo LEOPOLDINENSE de Notícias); Dr. Mário Jorge (MEDCLIN); Odilon Machado (PREARCON); Ricardo Salgado (BAZAR RENÉ); Roberto e Pedrinho (ELETRO-HIDRO); Rodolfo Carvalho (ANTARTICA); Rafael Alves Ladeira (ESTÚDIO VIRTUAL); Vitor P. Andrade (V.P.A. Construções).

A relação continua no próximo número deste jornal. Não é pequena a fina estirpe do esforço empreendedor leopoldinense, lutadores incansáveis, sempre disponíveis a perder o sono e até a saúde pela sobrevivência de suas empresas, pela vocação de vencer, pelo ganha-pão dos seus empregados, pela paz e pelo bem-estar de toda a comunidade.

Como escreveu Elbert Hubbard em sua clássica “Mensagem a Garcia”, ao mesmo tempo em que louvamos os trabalhadores que se dizem oprimidos, os mais pobres e os desempregados, “vamos derramar também uma lágrima pelos homens que estão empenhados em promover um empreendimento, cujas horas de trabalho não são limitadas pelo apito da fábrica e cujos cabelos embranquecem rapidamente em decorrência da luta para manter na linha a indiferença desleixada, a imbecilidade total e a ingratidão insensível de todos os que estariam passando fome e desabrigados, não fosse a iniciativa deles.”

Empresários geram empregos, impostos, desenvolvimento, saúde, alimento, conforto, equilíbrio social. São homens fundamentais, indispensáveis em cada metro quadrado do planeta terra.
₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪
(Publicada no jornal LEOPOLDINENSE em dezembro de 2003)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.