Total de visualizações de página

sábado, 9 de outubro de 2010

Canção Preservada

(Canção com letra de José do Carmo e música de Roberto J. de Souza)

***
Hoje eu prefiro cantar a canção, namorada,
Que te ilumine cantar.
De colher nos teus olhos os cravos e cordas,
Acordes de Bach.
Mas não condene o poeta, alienado asceta,
Canto pra te preservar.
É mais urgente cantar uma canção neste bar que não te faça chorar.

*******

Um canto falando de amor, sem contágio da mente
Com sexo por sexo,
Limpo do sangue das guerras, bolsões de miséria,
Partilhas da terra.
E que não traga pros bares a preocupação dos radares,
A mancha escura dos mares.
É mais urgente cantar uma canção neste bar que não te faça chorar.

*******

Cantiga de amor preservada nos guardados da vida,
Afeição reprimida.
De repente, a canção não é nada, pode um verso ser tudo
Ao dizer: "Querida!"
Ninguém mais traga pros bares, a preocupação dos radares,
A mancha escura dos mares !
É mais urgente cantar uma canção neste bar que não te faça chorar.

₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪
JC Fev. 2000

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.