Total de visualizações de página

domingo, 14 de março de 2010

Jair de Almeida Lacerda

-
Jair de Almeida Lacerda ou, como os leopoldinenses carinhosamente preferem a ele se referir, Sr. Jair, verdadeira reserva moral da municipalidade, um homem sem mácula, de conduta reta e exemplar, nasceu no dia 1º de maio, do ano de 1929, em Aracati, distrito de Cataguases. É um dos nove filhos de Manoel de Almeida Lacerda e Da. Rosa de Almeida Lacerda.

Fez o curso primário no Grupo Escolar Ribeiro Junqueira, com a professora Aldemarina Fajardo e, posteriormente, estudou à noite com os professores Enoque Araújo Barbosa e Pedro Silva.

Aos 9 anos de idade foi engraxate nas praças da cidade. Aos 10 anos, jornaleiro do Sr. Antônio Geraldo Jorge. Aos 11 anos, por volta de 1940, tornou-se balconista da Padaria Lamarca, num depósito da Rua Barão de Cotegipe, 52, exatamente onde atualmente funciona a Telemar.

Posteriormente, trabalhou na “Farmácia Santa Rita”, como faxineiro, estabelecimento onde teve a oportunidade de “praticar” no ramo da venda de remédios até 1948. Naquele ano, tornou-se sucessor de José de Paula Netto em sua farmácia da Praça da Bandeira, já então com o nome de “Farmácia São José”.

Em 1949, vendeu a “Farmácia São José” para Juamiro Moura Mendonça, que trocou-lhe a designação para “Farmácia Nossa Senhora Aparecida”. Abriu então na Rua Tiradentes, nº214 a “Farmácia São José” que passou a funcionar - e há 51 anos vem funcionando - na Rua Tiradentes, nº 253, endereço onde os Sr. Jair trabalhou por meio século, ou seja, até o ano de 1999.

Jair de Almeida Lacerda casou-se no dia 05 de outubro de 1953, em Leopoldina, com Da. Celina de Oliveira Nogueira. Teve três filhos: Eduardo Nogueira Lacerda, residente em Belo Horizonte, casado com Heloísa Junqueira Lacerda, que lhe deu os netos Rafael e Felipe; Fernando Nogueira Lacerda, residente em Leopoldina; e Jacqueline Nogueira Lacerda, casada com Clóvis José Fajardo Vasconcelos, residente em Leopoldina.

Ingressou na carreira política em outubro de 1962, quando eleito Vereador pela primeira vez. Em 1976, elegeu-se Vereador pela segunda vez. Destaca o Sr.Jair que, por essa época, o cargo de vereador não era remunerado.

No ano de 1982 foi eleito Vice-Prefeito de Leopoldina por seis anos, compondo com o Prefeito, Sr. Osmar Lacerda Franca, o Sr. Liliu. No decorrer do mandato, assumiu como Prefeito interino, durante 15 dias, na ausência do titular que se ausentou para casar-se. Voltou à cadeira de Prefeito no final do mandato de Liliu, cabendo-lhe fazer a transferência do cargo o novo titular eleito, o médico Márcio Freire.

O Sr. Jair, depois de tantos anos de trabalho em sua Farmácia, de tantos serviços prestados à população leopoldinense mercê de suas qualidades de profissional e homem público atuante e generoso, sempre à disposição dos menos favorecidos pela sorte, tornou-se agora um tranqüilo agropecuarista.

É a sua segunda profissão – como alega - desde 1968, ocasião da compra de sua “Fazenda Santa Maria”, no distrito de Piacatuba.

Pleno de disposição e saúde, auferindo os louros de uma trajetória edificante, pode sempre ser visto pelo centro de Leopoldina, passeando entre nós seu exemplo de homem bom e vitorioso.
₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.