Total de visualizações de página

sábado, 19 de setembro de 2009

Promessa do Secretário de Saúde de Minas


Foto: Em primeiro plano, Dep. Bené Guedes e o Secretário de Saúde do governo estadual de Itamar Franco, Gal Carlos Patrício - Ano 2000

(Crônica publicada na Gazeta de Leopoldina)


Convidados a falar, numa emissora local de rádio, sobre a perspectiva aberta pelo Secretário de Saúde do Estado de Minas Gerais, de reconsideração dos limites nas internações abonáveis pelo SUS à CCL - Casa de Caridade Leopoldinense, na condição de Provedor do Hospital procuramos esclarecer a questão que naquele momento se punha.

Apontamos o estreitíssimo gargalo da cota mensal de AIHs (Autorização de Internações Hospitalares) como o principal ponto de estrangulamento das finanças do Hospital, a par de atuar, nesse estrangulamento, um aspecto de cruel insensibilidade: O SUS não toma conhecimento daquilo que a Casa de Caridade gasta a mais, no atendimento à população.

É que o sistema informático das DRS (Delegacias Regionais de Saúde) é programado para aceitar implantação, apenas, de despesas até o limite regulamentar estabelecido! Vale dizer, o prejuízo que os Hospitais conveniados tomam deve permanecer IGNORADO. Não adianta digitar porque o sistema não registra.

Daí a necessidade que a Provedoria tem de procurar, pessoalmente, as autoridades estaduais de saúde para conversar, para fazê-las cientes do que ocorre. Foi o que fizemos, mais uma vez, na semana passada, graças à intervenção decisiva do Deputado Bené Guedes, que obteve do Secretário de Saúde, em Belo Horizonte, uma oportuníssima entrevista na qual expusemos as dificuldades da CCL, a importância dela para a população de Leopoldina e cidades adjacentes a nós referenciadas, dando ênfase aos parcos limites orçamentários a que ficamos jungidos após algumas administrações "não-leopoldinenses" na DRS local.

Nessa reunião obtivemos o compromisso do Sr. Secretário de elevação de nosso teto de AIHs para R$25.000,00/mês e, ainda, um acordo de reembolso de 300 contas de internações extra-limite não abonadas pelo SUS no ano 2000, o que acrescentará, quando efetivado, um aporte da ordem de R$150.000,00 a favor do Hospital. Se honrados esses dois compromissos pelo Sr. Secretário, Gal. Carlos Patrício de Freitas – que esperamos que ocorra - nosso Hospital experimentará um efetivo desafogo em suas contas.

Cabe, então, deixar consignado o agradecimento da administração e de toda a equipe de servidores da Casa de Caridade ao Deputado Bené Guedes por mais este gesto de amizade e apoio.

Felizmente temos conseguindo unir conterrâneos ilustres no esforço de salvar a CCL. Nosso fraternal amigo, Deputado Bené, que já obtivera uma doação de 80 cobertores à Casa de Caridade no ano passado, vem de patrocinar agora esta reunião decisiva com o Secretário de Saúde. A ele nossos agradecimentos.
₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪₪

2 comentários:

  1. Caro José do Carmo, companheiro,
    Parabenizo-o pelo excelente conteúdo de seu blog, cuja qualidade se amplia alicerçada na elevada capacidade intelectual e espírito público do nobre colega.
    Sou portador dos mesmos sentimentos que expressei acima em nome de meus filhos Julinho Cabral e José Augusto Cabral.
    Leopoldina está muito bem representada na internet através do seu blog. Parabéns.

    ResponderExcluir
  2. Obrigado, Deputado.
    Sua visita sempre será honrosa.
    Abraço,

    jcarmo.

    ResponderExcluir

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.