Total de visualizações de página

quinta-feira, 5 de janeiro de 2012

Cirurgia

***


Oito dias após a terceira cirurgia o médico, cuidadosamente, retira-lhe o curativo

e ordena:

-Vá abrindo os olhos devagar, sem pressa, não se aflija... Com calma, com calma...

E, oferecendo-lhe a palma da mão, pergunta:

-Pode ver alguma coisa? Vê minha mão?

-Não, doutor, apenas uma sombra... Um vulto. Um vulto de mulher!

Abatido, o cirurgião recolhe o braço, cerra demoradamente o punho

e murmura:

-Meu Deus, ele continua cego para a realidade!


***********

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.